A Lei da Felicidade

B"H

#363: 1 de Março - 24 de Adar 1 de 5779
  A Lei da Felicidade
 

Shalom Friend,


Nesta semana, dois amigos meus (Meir ben Chana Z"L e Chaim Schneur Zalman ben Miriam Z"L) faleceram depois de lutar contra uma doença. Eles eram pessoas muito especiais e me ensinaram muito sobre a vida. Há uma lição que desejo compartilhar com você.

Antes de continuar, devo mencionar que não é coincidência que as leis de purificação, após contato com o morto, sejam lidas na porção da Torá desta semana. É lido neste momento pois estamos prestes a começar um novo ano. De acordo com a ordem dos meses pela Torá, o primeiro mês é  Nissan (o próximo mês, e o último é o atual- mês de Adar). Para terminar o ano, lemos as leis da purificação para nos purificarmos, e assim começar o novo ano com ficha limpa.

Agora para a lição: Felicidade.

Há algo de singular na alegria que cura a dor, o sofrimento e os traumas. Meir Z "L estava doente e não conseguia andar. No entanto, em Rosh Hashana, alguém foi buscá-lo e levá-lo para a sinagoga em sua cadeira de rodas . Enquanto o homem empurrava Meir, eles pararam no sinal onde havia um posto de gasolina. No Brasil, você não enche seu próprio tanque, pois há trabalhadores contratados para fazer isso. Então, enquanto os dois ficaram esperando o sinal abrir, o homem empurrando a cadeira de rodas disse: "Meir, você  quer que eu encha com gasolina ou álcool? "
Meir ouviu a piada e começou a rir. Ele riu tanto que quando chegou à sinagoga, seu rosto estava cheio de sorrisos. Ele permaneceu assim até o final do toque do shofar e foi levado de volta a sua casa. A risada o mudou e o fez esquecer a dor que estava sentindo.

Chaim Schneur Zalman foi shliach em uma Yeshiva brasileira por alguns anos. Eu vim visitar o Brasil quando ele estava lá e tive algumas conversas com ele. Seu sorriso estampando no rosto e positividade radiante,  dissipava quaisquer preocupações que alguém podia ter. Se você precisasse de sua ajuda, ele largaria tudo o que estava fazendo para ajudá-lo. E quando ele assim fazia, era sempre com um sorriso.

Nos encontramos no alegre mês de Adar. Algumas pessoas pensam que coisas boas precisam acontecer para que elas sejam felizes. Na realidade, se alguém estiver contente, então as coisas boas vão acontecer com ele. Que as vidas de Meir Z "L e Chaim Schneur Zalman Z"L sejam uma lição para todos nós sermos felizes!

Shabat Shalom

Rabino Arieh Raichman

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 
   
Horário de acendimento das velas para
Manaus, Brasil:
 
 
Sexta-feira
17:55
Término do Shabat:
Shabat
18:46

 

Porção da Torá:   Pekudei & Para
Programa Semanal
   Sexta-feira-  8  de Março- Kabalat Shabat 19h

Shabat -9 de Março-- Shacharit 9:30h   

CHITAS

Um erudito metódico, começando em 1968, ele ajudou Rabi Menachem Kasher a compilar a Torah Sheleima, um exaustivo comentário enciclopédico sobre a Torá. Também escreveu vários livros. O Chitas foi concebido por ele e sua esposa em 1981 como um memorial para seu falecido pai.

Após receber do Rebe um entusiástico encorajamento e conselho sobre o esforço, eles lançaram um breve tratado compilado pelo rabino sobre a importância do estudo diário servindo como epílogo do livro. Desde então o livro foi reimpresso dezenas de vezes. Durante as décadas seguintes, um sidur (livro de orações) e Hayom Yom (um calendário diário que inclui um aforismo chassídico, ensinamento para cada dia do ano) foram acrescentados… e nasceu o clássico Chitas.

Sua contribuição se revelou imensurável, pois permitiu às pessoas levar com elas apenas um livro que facilitaria permanecer atualizadas no regime de estudo diário lançado pelos rebes Chabad. Somente em Israel, milhares de volumes foram colocados em tanques militares e veículos a motor. Além de garantir que os soldados sempre teriam algo para estudar, o Chitas é visto como uma fonte de proteção Divina.

Nos anos recentes, o Chitas criou a seção de estudo diário de Chabad.org, bem como panfletos semanais (principalmente o Chayenu em inglês-hebraico), que permite aos estudantes levar um volume ainda mais fino com apenas o estudo daquela semana, junto com uma tradução, comentário e outras adições que não se encaixariam no formato tradicional do Chitas.

 

Fonte: chabad.org.br  

 

 

      Em mérito do Meyer ben Chana Z"L

 

 

Se você gostaria de dedicar um Manews na memória de um ente querido ou uma data especial, por favor email chabadmanaus@gmail.com
Chabad-Lubavitch of Manaus • Rua Rio Pauini 113 Vieiralves • Manaus, AM • Brazil • 55-92-3307-6255

 
 

 










This email is sent from Chabad-Lubavitch of Manaus. We'd love to stay in touch with you, but if you wish to be unsubscribed from this list please click here, or click here to manage your subscriptions. Sent via ChabadOne Communicator